2.6.13

Momentos Parados no Tempo

     
     Alguns momentos da nossa vida ficam encantados, congelados no tempo como que por mágica. Quando se lembra deles, parece que aconteceram independente da época, do ano. Tive a sorte de viver alguns assim, deslocados da linha do tempo.
     Um deles aconteceu dentro de um café. Chovia e era um domingo de um começo de primavera gelado, sem muitos atrativos. A rua vazia, em uma hora pré-almoço e de comércio fechado, parecia pedir que nos refugiássemos no único café aberto.
   Como em um sonho ou uma recordação como esta, só estávamos eu e meu marido no lugar. Então chegou uma outra pessoa. Essa cliente trazia consigo um pequeno cão. E de todos os lugares disponíveis, veio sentar-se justamente em uma mesa ao lado da nossa.
    Seu cão foi amigável e carinhoso e por causa dele começamos uma conversa. Foi assim que descobrimos uma pessoa incrível, cheia de histórias a contar e nos acrescentar. O mundo entrando pelos ouvidos. Depois de nos encantar com a história de como ela resgatou o bichinho, em outro canto, de uma situação de maus tratos e de como ele se tornou seu companheiro, saíram gentilmente despedindo-se.
   Pagamos nossa conta e saímos logo depois, mas a mulher com o cãozinho havia desaparecido na rua vazia. Bem, não totalmente, uma vez que não sumiu da minha lembrança.

Nenhum comentário: